Um pouco de um monte de coisas sobre artes, música, enfim, cultura… Seja ela útil ou não!

O que aconteceu? O Viradão encolheu

Fim de semana passado aconteceu o Viradão Carioca, que está em sua 3º edição e é proveniente da Virada Cultural paulista que acontece desde 2005. O povo carioca foi contemplado com cerca de 50 horas de programação gratuita. Foram montados 3 grandes palcos (Arpoador, Quinta da Boa Vista e Bangu), pelos quais passaram nomes como Arnaldo Antunes, Fernanda Abreu, Belo, Luan Santana, Jorge Vercilo, Dudu Nobre, dentre outros.

O Viradão já se estabeleceu como evento fixo no calendário cultural do Rio de Janeiro. Mas, apesar da força que vem ganhando, visível na infraestrutura do palco e do som (Circo Arpoador estava impecável), acredito que esta edição deixou a desejar se comparada a do ano passado. A redução para apenas 3 palcos (mesmo que providos de uma infra de primeira) em pontos “isolados” da cidade fez com que, mesmo de forma indireta, houvesse uma segregação, visto que na edição passada locais como Praça XV, Rio das Pedras, Leme, Penha, Mangueira , Ilha do Governador etc participaram do evento abrigando palcos ou alocando em seus centros e lonas culturais atividades.

E, na minha opinião, não foi só a diminuição dos locais de atividades que fez dessa edição menos boa que a passada, mas também a oferta de atividades, a duração dos shows e a diversidade, ou a falta dela, em relação aos artistas participantes. O Viradão Carioca 2011, de fato, encolheu e foi muito seletivo. Me detenho apenas a comparar esta edição com a passada, sem entrar no mérito de comparação interestadual, uma vez que a virada paulista, além de ser a “mãe” da carioca, é e desconfio que sempre será infinitamente melhor que a nossa. Sampa nessa edição contou com a participação de inúmeras atrações internacionais, incluindo The Misfits, renomada banda punk americana, que só esteve por terras cariocas por conta de fãs que, ao saberem da vinda deles para a virada paulista, os trouxeram para show no Circo Voador resultante de mobilização.

Luana Medeiros

Anúncios

Uma resposta

  1. Luana, adorei o texto. Vou enviar o link para um amigo paulista que é apaixonado pelo Virada Cultural SP. Parabéns pelo blog!

    05/06/2011 às 1:59 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s